Júlia Santos - mar 11, 2020

5 carreiras fundamentais para quem faz Engenharia Elétrica

Enquanto uma onda de estagnação atingiu muitas áreas e desacelerou o número de contratações nos últimos anos durante a crise econômica, o mesmo não pode ser dito da Engenharia Elétrica. O setor continua aquecido e gerando muitos empregos para os seus versáteis profissionais.

O que se aprende no curso de Engenharia Elétrica tem tudo a ver com a geração de energia elétrica. Os futuros engenheiros são preparados para estudar e projetar circuitos. Disciplinas como Mecânica Geral, Eletromagnetismo, Eletrônica Analógica, Eletrônica Digital e Circuitos Elétricos são fundamentais para tal.

Saiba como garantir sua entrada em uma Faculdade

Engenharia Elétrica: mercado de trabalho

São muitos os caminhos profissionais que um engenheiro elétrico, também conhecido como engenheiro eletricista, pode trilhar depois de acabar a graduação. A seu favor, tem um mercado de trabalho bastante receptivo e diversificado. 

Outro ponto positivo também são as interessantes remunerações médias. De acordo com o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), o salário médio do profissional do ramo é de R$ R$ 8.025,49.

Confira abaixo 5 carreiras que os egressos do curso de Engenharia Elétrica podem seguir com grandes chances de sucesso.

Eletrotécnica

Esse é o setor onde mais se encontram os profissionais dessa área. Aqui, são responsáveis por conduzir o processo de captação e geração de energia, incluindo os locais onde ela será armazenada e as redes por onde será distribuída.

Isso vale para a energia elétrica, mas também para a energia vinda de fontes renováveis como a eólica e a solar.

Telecomunicações

Sim, são esses engenheiros que trabalham para desenvolver melhorias na recepção do sinal, criam novas redes e aprimoram serviços. Graças a eles, temos tecnologias como o 4G funcionando.

O setor é um dos mais promissores para os profissionais, uma vez que a área das Telecomunicações tem se expandido a uma velocidade impressionante. O mercado cresce e demanda cada vez mais trabalhadores qualificados.

Automação

Para as indústrias funcionarem a um ritmo mais acelerado, é fundamental uma linha de produção com processos automáticos. O engenheiro desenvolve dispositivos para o efeito e garante que eles funcionem perfeitamente para não comprometer a logística da empresa.

como escolher a melhor faculdade

Engenharia Biomédica

A Engenharia e a Saúde andam de mãos dadas, e essa colaboração é fundamental para salvar e melhorar a qualidade de vida das pessoas.

Nesse caso, a contribuição da Engenharia Elétrica é na elaboração de equipamentos que podem ser usados em centro cirúrgicos, laboratórios e consultórios. Muito do que há hoje nos blocos operatórios certamente tem a contribuição de um engenheiro.

Construção Civil

Esse terreno pode até parecer, mas não é de inteira exclusividade do engenheiro civil. As áreas são complementares e agregam valor uma à outra na execução de qualquer obra.

O engenheiro elétrico estará mais focado na organização elétrica do projeto, projetando os circuitos de uma forma segura e eficiente. 

Agora que você sabe um pouco mais sobre o panorama do setor, consegue dizer com qual dessas carreiras de Engenharia Elétrica você mais se identifica? 

Escrito por Júlia Santos